10 Regras do Processo Criativo, 10 Regras para Artistas e Programadores

É melhor o imperfeito finalizado, do que o perfeito nunca feito.

Introdução

A artista Corita Kent foi muito importante na história de arte americana, além de ser ativista e professora. Na sua escola, ela criou uma lista com 10 regras para estudantes de arte (na época de 60).

Décadas depois, essas regras continuam a ecoar em departamentos e escolas de arte ao redor do mundo.

As regras são da década de 60, mas são atemporaris, se aplicam a qualquer momento.

Atenção: essas regras se aplicam a artistas, programadores e qualquer outra pessoa que trabalhe com criatividade.

As Regras e um Resumo Delas

Segue minha tradução direta das regras e um pequeno comentário / interpretação sobre cada uma.

  • REGRA UM: Encontre um lugar que você confia, e tente confiar nele por um tempo.

    • Minha opinião: Tente manter o foco, nem que seja por pouco tempo (essa regra é muito difícil para mim).
  • REGRA DOIS: Obrigações gerais de um estudante: explore o potencial do seu professor e dos seus colegas.

    • Minha opinião: Essa é fácil hoje em dia. Use fóruns e comunidades para obter feedback e para ajudar os outros.
  • REGRA TRÊS: Obrigações gerais de um professor: explore o potencial dos seus alunos.

    • Minha opinião: Similar a dois. Com YouTube, fóruns, desafios, etc é fácil encorajar os outros e dar feedback.
  • REGRA QUATRO: Considere tudo como um experimento.

  • REGRA CINCO: Tenha autodisciplina.

    • Minha opinião: Saiba onde e como aprender, tenha a disciplina e foco de seguir no aprendizado. Aplique o que aprender. Se não souber onde olhar ou se travar, não tenha medo de perguntar e buscar respostas.
  • REGRA SEIS: Nada é um erro. Não há ganhos, nem derrotas, apenas o processo criativo.

    • Minha opinião: Não tenha medo ou vergonha. Tudo é um aprendizado. Não existe certo, nem errado. Estude e crie sem limites.
  • REGRA SETE: A única regra é trabalho. Se você trabalhar, você vai encontrar algo. São as pessoas que fazem todo o trabalho que eventualmente alcançam as coisas.

  • REGRA OITO: Não tente criar e analisar ao mesmo tempo. Eles são processos diferentes.

    • Minha opinião: Deixe a criatividade fluir. Não pense demais. Não tenha medo (de novo).
  • REGRA NOVE: Seja feliz sempre que possível. Aproveite a si mesmo. É mais fácil do que você imagina.

    • Minha opinião: A clichê, mas real frase: aproveite o momento e a jornada, não foque apenas no objetivo final, evite frustração, não tenha expectativa com o resultado final (essa regra também é muito difícil para mim).
  • REGRA DEZ: “Nós quebramos todas as regras. Mesmo as nossas regras. E como fazemos isso? Ao deixar espaço suficiente para as coisas" (John Cage)

    • Minha opinião: Apesar das 9 regras anteriores, ignore-as ou adapte-as. Faça como quiser.
    • Nota de tradução: a tradução literal não faz sentido em português, logo ajustei para nosso contexto.
  • DICAS: Esteja sempre presente. Vá e volte com tudo. Vá sempre para as aulas. Leia tudo que você puder. Assista a filmes, com frequência. Salve e guarde tudo — pode ser útil mais tarde.

    • Minha opinião: Participe do que puder, assista tutoriais, cursos e documentários. Leia todo tipo de artigo, tutorial e livro que conseguir e puder. Não pare de aprender. Crie pastas de referências e faça anotações e clippings (siga minha recomendação de usar Evernote ou Joplin), como meu vídeo abaixo:

A Regra de Bob Ross

Não existem erros, apenas acidentes felizes.

As 10 Regras Originais em Inglês

Imagem do Encarte Original

As 10 Regras Listadas

RULE ONE: Find a place you trust, and then try trusting it for awhile.
RULE TWO: General duties of a student — pull everything out of your teacher; pull everything out of your fellow students.
RULE THREE: General duties of a teacher — pull everything out of your students.
RULE FOUR: Consider everything an experiment.
RULE FIVE: Be self-disciplined — this means finding someone wise or smart and choosing to follow them. To be disciplined is to follow in a good way. To be self-disciplined is to follow in a better way.
RULE SIX: Nothing is a mistake. There’s no win and no fail, there’s only make.
RULE SEVEN: The only rule is work. If you work it will lead to something. It’s the people who do all of the work all of the time who eventually catch on to things.
RULE EIGHT: Don’t try to create and analyze at the same time. They’re different processes.
RULE NINE: Be happy whenever you can manage it. Enjoy yourself. It’s lighter than you think.
RULE TEN: “We’re breaking all the rules. Even our own rules. And how do we do that? By leaving plenty of room for X quantities.” (John Cage)
HINTS: Always be around. Come or go to everything. Always go to classes. Read anything you can get your hands on. Look at movies carefully, often. Save everything — it might come in handy later."

Sister Corita Kent

Fonte

A ideia para esse tópico veio de uma classe no Skillshare “Anatomia Rebelde - Desenhe Humanos da Forma que Você Quiser - Não Importam as Regras”. Link para o curso: https://skl.sh/3bII7iE

drawanatomy

Qual sua opinião?

  • O que você achou das regras?
  • Qual sua interpretação sobre elas?
  • Conhece outras regras ou ditados que possam ser complementares?

Qual sua regra favorita?

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10
  • 11

0 votantes

4 Curtidas

Já li algo sobre ele, e posso elogiar o trabalho dele com todas as letras, um incrível escritor. Auto conhecimento incrível!

Recomendo você ler sobre Hayao Miyazaki, também com um conhecimento absurdo sobre a vida e suas filosofias de vida se parece um pouco com a deste escritor.

Quando fui para o Japão eu ia a seu monumento da Ghibli (co-fundador de lá) e ele estaria lá autografando as obras dele, eu tava com uma obra cômica dele “A viagem de Chihiro” mas no dia 26 de fevereiro o Japão mandou e aconselhou os estrangeiros a voltar a seus países devido ao Covid-19, e o evento foi adiado.

Sobre suas obras:
Duas de suas obra mais famosas “Meu amigo Totoro e A viagem de chihiro” recebeu Oscar (viagem de chihiro recebeu) de melhor animação, A viagem de Chihiro recebeu 25-35 prêmio de melhor animação pelo o mundo todo. O autor sabe lidar com o chamado “Vazio por dentro” que é onde não acontece nada em todas as suas obras, uma pequena cena onde mostra a paisagem em si para os espectadores vivenciar e apreciar incorporando a vida do personagem, o autor realmente sabe lidar com isso.

Uma grande fã dele é a Disney, com uma homenagem em um dos filmes dele em Toy Store 3 (um clássico da Disney) colocando um Totoro na casa de Bonnie, na cena onde Woddie (protagonista) mexe no computador para achar a casa dele.

Acho que é só isso, super recomendo Hayao Miyazaki.

1 Curtida

Minha regra favorita é a 6.

1 Curtida

Isso define a fórmula “mágica” dos filmes do Ghibli.

Também sou apaixonado pelo Miyazaki e vale ressaltar que agora todos os filmes do Ghibli estão na Netflix!

Documentário: 10 anos ao lado de Miyazaki

Documentário de quase 5 horas, gratuito, em 4 episódios acompanhando 10 anos de processo criativo ao lado do Miyazaki!!!

Transformei o tópico numa enquete, você pode votar na 6 lá em cima agora :grin:

A Netflix fez um feito incrível sobre isto, acho que não existe um filme que passe de Hayao Miyazaki, nem mesmo o próprio Isao Takahata, também trabalha na Ghibli.

1 Curtida

Adorei essa parte! Sempre fico com anseio de perguntar aos outros o que devo fazer, todos os fóruns e grupos/servidores já deixam um aviso para não ficar perguntando, ou para você se virar com o Google, mas agora eu entendi melhor o que eu devo fazer:

1. O Google é o meu amigo

Realmente, o que eu pesquisar provavelmente já terá no Google, mas com a quantidade de informação fica difícil de filtrar do que eu devo consumir ou não, mas assistindo o vídeo dessa postagem sobre ferramentas para o aprendizado, agora eu sei como eu posso aprender sem ficar confuso, é só eu anotar o que eu achar relevante. Parece meio óbvio, mas para mim só caiu a ficha agora.

2. Aprender inglês

O que eu achava do inglês:

  • Chato;
  • Insuportável;
  • Difícil;
  • Por que eu devo aprender outra linguagem se eu já sei uma?

Sim, cometi esses erros de pensamentos limitadores, mas a verdade é que o mundo é quase 100% com informações em inglês, então é uma obrigação aprender inglês, e utilizando o método do vídeo acima, fica tudo mais fácil.

3. Pedir ajuda!

Se as duas etapas anteriores falharem, o jeito é pedir ajuda para alguém, deixando a pergunta o mais clara e objetiva possível.

4. Treino

Para programação, sites como o URI Online Judge e o Neps Academy são muito bons para treinar lógica de programação, acho que eu e a todos que querem ser criadores de softwares devem treinar a lógica de programação, e eu ainda tenho dificuldades mas espero melhorar criando jogos e fazendo exercícios :slight_smile:.

5. Não desistir

Já tentei criar jogos várias vezes, mas sempre que começava a ficar mais difícil o assunto, eu desistia. Vou seguir as etapas anteriores e não desistir, e o Cria Jogos está me ajudando muito, por isso que eu sou muito grato!

download

3 Curtidas

Inglês + Google são definitivamente as habilidades mais importantes que existem para programadores e artistas!

3 Curtidas

Principalmente o Google, onde posso traduzir facilmente os artigos em inglês ou achar materiais para treinar o meu inglês. Muito obrigado pela as suas dicas e pelo os seus vídeos no YouTube :slight_smile:

3 Curtidas

A minha regra favorita é a 10, já que (eu acho) que a grande maioria sente a obrigação de seguir as regras a risca e ficam se preparando, sendo que no processo de se preparar e toda hora ver se ta quebrando as regras, acaba fazendo que você não aproveite e não consiga absorver direito. Em fim esse texto deve tar cheio de erro de portugues e eu quase desistir de responder mas vou responder mesmo assim ‘-’

2 Curtidas